Beta Alanina O Que é? Para Que Serve?

A beta-alanina é famosa pela sua sensação de coceira e vermelhidão na pele em altas doses causadas por uma resposta de histamina, mas para o marombeiro leigo, aqui é onde se resume seu conhecimento sobre o assunto. Esse aminoácido é muito prevalente nos pré-treinos dos EUA (já que a ANVISA proíbe tudo que é bom) e é um dos poucos das dezenas de ingredientes em pré-treinos que realmente funcionam. A beta-alanina é uma forma modificada do aminoácido alanina, ou seja, seu corpo pode produzí-lo. Ela é um precursor da carnosina, que ajuda a manter o pH muscular em níveis ideais. Então quando a beta-alanina entra na célula muscular ela se liga ao aminoácido L-histidina formando o dipeptídeo carnosina.A carnosina é um antioxidante muito potente, o que protege as células do nosso corpo contra danos causados por radicais livres. Mas seu papel principal é minimizar o acúmulo de hidrogênio no músculo durante exercícios de alta intensidade. Se esse acúmulo acontece, o pH das células musculares cai drasticamente, atrapalhando as funções das enzimas e contração muscular, resultado em um menor desempenho. Em resumo, uma queda do pH muscular contribui para a fadiga. A beta-alanina é como se fosse a creatina só que para exercícios aeróbicos de longa duração. Ela tem um impacto maior no desempenho quando a duração do esforço chega a pelo menos 60 segundos. Então, ela é um suplemento mais adequado para atletas de endurance. Ela também será mais benéfica para o atleta de hipertrofia que está priorizando séries de quinze ou mais repetições com cadências mais longas, e/ou o treinando HIIT com tiros de um minuto. O interessante é que os níveis de carnosina se mostraram elevados em velocistas e fisiculturistas, mas não em corredores de maratona. Isso sugere que exercícios de alta intensidade aumentam os níveis de carnosina muscular. Um estudo feito com fisiculturistas mostrou que a combinação de 10,5g de creatina com 3,2g de beta-alanina por dia melhorou a média de volume e intensidade durante o treino e o grupo teve ganhos de força maiores junto de um aumento de massa magra e diminuição de massa gorda. Em resumo, suplementar diretamente com carnosina em si não aumentou os níveis de carnosina no tecido muscular, mas a suplementação com beta-alanina é eficaz em fazer isso. Essa suplementação tende a gerar um aumento no desempenho de atletas de endurance e hipertrofia. Para resultados ideais a suplementação de 3-6g por dia é recomendada. A combinação com creatina pode ser ainda mais eficaz para atletas de hipertrofia.