Test Boosters - Estimulantesde Testosterona

Eu queria, brevemente, falar sobre suplementos que prometem aumentar a sua testosterona e como isso gera muita confusão na cabeça de muita gente. A maioria dos praticantes de musculação gastam “rios de dinheiro” em suplementos que prometem aumentar a testosterona na esperança de terem resultados iguais aos dos esteroides anabolizantes. E se você tem um conhecimento raso de fisiologia é compreensível o porquê de você pensar dessa maneira. A testosterona é o principal hormônio masculino e é produzida pelas células de Leydig nos testículos. Ela promove características androgênicas (traços masculinos como pêlos faciais, voz grossa, aumento da libido etc.) e anabólicas (aumento da síntese proteica e massa muscular). Em homens, aproximadamente 7 mg de testosterona são produzidos por dia e os níveis na corrente sanguínea variam de 300-900 ng/dL (esses valores variam na literatura).
A testosterona livre é a mais importante, e apenas uma pequena quantidade existe neste estado em nosso corpo. Quando a testosterona se encontra no estado livre a interação com os receptores é possível e é assim que ela age no corpo para promover o anabolismo. A maioria da testosterona está ligada a proteína SHBG (Sex Hormone Binding Globulin) e a albumina, que temporariamente evita com que o hormônio exerça qualquer atividade no corpo. Cerca de 45% está ligada ao SHBG, e cerca de 53% está ligada a albumina, o resto (2%) existe em seu estado livre. Quando um atleta usa esteroides anabolizantes ele pode usar a estratégia de usar drogas que tem uma grande afinidade com o SHBG com outras que têm menos, para aumentar a concentração de testosterona livre no sangue. Em resumo, uma droga irá se ligar as proteínas transportadoras dando a oportunidade para a outra interagir com mais receptores. E porque eu expliquei tudo isso? Primeiro que diferenças em nossos níveis normais de testosterona (300-900 ng/dL) não terão grandes influências no estado anabólico do corpo. Então, um indivíduo com 400 ng/dL de testosterona terá praticamente a mesma capacidade de construção muscular do que um indivíduo com 700 ng/dL. E segundo que, às vezes, um indivíduo com 300 ng/dL de testosterona total pode ter mais testosterona livre do que um indivíduo com 900 ng/dL. Então o aumento da testosterona total é apenas um dos fatores a serem analisados. Quando entramos em níveis suprafisiológicos (acima de 900 ng/dL) é aonde iremos notar diferenças significativas de aumento de massa magra e claro, aumento dos traços masculinos, que é aonde acontecem complicações como a acne, e nas mulheres o engrossamento da voz, hipertrofia do clitóris, etc. Mas esse aumento só é possível com o uso de esteroides anabolizantes, e nenhum fitoterápico ou suplemento irá ter o mesmo efeito. Se um indivíduo se encontra em deficiência de testosterona, onde ele tem menos que o normal (abaixo de 300 ng/dL) ele irá notar diferenças com um aumento da testosterona que o coloque dentro de níveis normais. De qualquer forma a testosterona baixa pode causar vários efeitos colaterais como depressão, falta de libido, mau humor, falta de energia, entre outros. E, às vezes, um pequeno aumento dentro de níveis normais pode ajudar a reprimir alguns desses sintomas. Então vamos olhar brevemente para alguns suplementos populares que prometem aumentar a testosterona.

Fonte: