Tudo Sobre Carnitina

Tudo Sobre Carnitina

A carnitina é um outro suplemento que não só vem ganhando bastante popularidade, como também se tornando assunto de grande debate. O maior problema são as alegações feitas em torno deste produto, como por exemplo, o aumento da testosterona. Estudos notaram que a suplementação com carnitina pode aumentar a densidade de receptores androgênicos em homens, e isso faz com que seu corpo utilize hormônios (testosterona) de uma forma mais eficiente. Agora, o quanto isso irá impactar o ganho de massa magra é uma outra questão, na maioria das vezes, mudanças em níveis fisiológicos normais de testosterona não têm grande impacto na manutenção de massa magra. Outro benefício notado pela suplementação de carnitina foi a melhora da saúde do esperma em homens.  Mas, a carnitina é vendida como um suplemento que auxilia na queima de gordura. Ela é sintetizada a partir dos aminoácidos lisina e metionina e é encontrada em carnes e laticínios. No corpo, ela é encontrada primariamente no tecido muscular esquelético. Sua principal função é transportar ácidos graxos para a mitocôndria para serem oxidados. De qualquer forma, no quesito queima de gordura a carnitina não se mostrou muito eficaz, parece que ela apenas influencia positivamente o metabolismo da gordura em indivíduos que têm uma deficiência de carnitina. Pessoas com deficiência geralmente são aquelas que têm um baixo consumo de carne e laticínios. Estudos feitos em mulheres obesas falharam em notar um aumento da queima de gordura combinando a carnitina com exercícios aeróbicos. Durante atividades de alta intensidade existe uma queda nos níveis de carnitina musculares e a suplementação oral não se mostrou eficaz em combater isso. O maior problema da suplementação oral é que ela tem uma pobre absorção (cerca de 20%).
Existem outras alegações usadas para vender carnitina, como o aumento da resistência a fadiga e prevenção da acidose muscular, mas a maioria dos estudos são muito mistos e inconclusivos. Alguns mostram pequenos benefícios e outros não mostram nenhum.  De qualquer forma, existem alguns benefícios desse suplemento. A carnitina se mostrou benéfica para pacientes que já sofreram ataques cardíacos em melhorar a qualidade de vida. Ela também se mostrou benéfica na prevenção de diabetes gestacional. E também foi notado um aumento da sensibilidade a insulina em pessoas pré-diabéticas, esse efeito foi visto com a combinação de uma dieta hipocalórica. Para atletas de hipertrofia e força, estudos recentes mostraram que a L-carnitina L-tartarato diminuiu a incidência de dano muscular em treinos de alta repetição, indicando que ela pode ser benéfica na recuperação muscular.  Uma dose de carnitina ideal seria de 2-4 g/dia perto do treinamento (antes e/ou depois). Atletas de endurance podem experimentar para ver se notam efeitos no desempenho aeróbico, pois pequenos efeitos podem ser vistos no aumento da capacidade de consumo máximo de oxigênio (VO2). Para atletas de hipertrofia ela pode ser benéfica na redução da dor muscular. O uso dela como um termogênico ainda está para debate, se você tem um baixo consumo de carnes e laticínios pode ser que seja interessante utilizá-la. Para maximizar a retenção de carnitina no corpo, suplemente com carboidratos de alto índice glicêmico.

Fonte: Manual dos suplementos por Caio Bottura 

0 Comentários