Tudo Sobre Caseína

Tudo Sobre Caseína
 
 A caseína é um dos componentes principais da proteína de leite bovino representando cerca de 70-80% de sua proteína total e é responsável pela cor branca do leite. Semelhante ao whey, a caseína é uma proteína completa e rica em minerais como o cálcio e o fósforo. O PDCAA da caseína é de 1,23 (arredondado para 1). Essa proteína existe no leite na forma de uma micela, que é uma grande partícula coloidal.  Uma propriedade da micela de caseína é sua habilidade de formar um gel e coagular no estômago, esse coágulo é capaz de fornecer uma liberação lenta de aminoácidos na corrente sanguínea que pode durar várias horas. Isso fornece uma maior retenção de nitrogênio pelo corpo.
 Em resumo, essa retenção de nitrogênio representa o estado anabólico do corpo. A caseína contém vários peptídeos bioativos, esses peptídeos são sequências de aminoácidos presentes nas proteínas que são parcialmente desnaturados no estômago. Essas sequências podem exercer efeitos biológicos no intestino antes de serem digeridas. 
Um exemplo desses peptídeos é o peptídeo AlfaS-1, que quando suplementado em mulheres em doses de 150mg/dia produz efeitos ansiolítico que pode causar uma melhora do sono em indivíduos com alto estresse. Outro exemplo é o peptídeo c12, que se mostrou capaz de reduzir a pressão sanguínea em indivíduos hipertensos. 
Por último e menos importante, é o sabor e textura da caseína. Ela tem uma textura diferente do que a do whey, ela é mais grossa misturada com água e isso é algo que pode ajudar quando o assunto são receitas. Misturar um pouco de água com caseína forma quase que um pudim, e as vezes é uma escapada para aquela vontade de comer doce, apenas uma dica para as almas gordas. Como mencionado na parte da suplementação de whey pós-treino, a caseína é anticatabólica, pois ajuda a inibir a degradação de proteínas. Isso a torna uma proteína ideal para ser usada depois do treino em combinação com o whey, e é aqui que entra a proteína do leite. Você pode usar a proteína do leite no seu pós-treino e antes de dormir por ter uma combinação das duas proteínas: whey e caseína. De qualquer modo isso ainda é uma teoria pois um estudo que comparou o whey e a proteína do leite em homens de idade média encontrou resultados semelhantes referentes a estimulação a síntese proteica muscular. Geralmente a proteína do leite terá lactose então deve ser evitada por quem é intolerante, mas é uma ótima fonte de proteína e de preço bem acessível.

Fonte: Manual dos suplementos por Caio Bottura 

0 Comentários